As Coleções Cruises 2018


Durante o mês de Maio as grifes Chanel, Prada, Dior, Louis Vuitton, Valentino e Gucci apresentaram suas coleções Cruises 2018 em diversos países, espalhadas pelo mundo, e hoje veremos o que foi apresentado nesses desfiles, mas antes vamos entender o que é uma coleção Cruise.

A coleção Cruise, ou Resort, é uma coleção de meia estação, o termo surgiu por causa das viagens feitas em cruzeiros ou no mediterrâneo para fugir do frio do Hemisfério Norte durante o inverno. Pensando nessas viagens, grandes marcas passaram a produzir coleções que atendessem seus clientes durante suas viagens, por isso são apresentadas antes dos desfiles de verão.

As peças costumam ser versões mais comerciais e são ótimas para países mais quentes como o Brasil, em que o calor costuma durar bem mais tempo que o normal, além disso os desfiles ocorrem por todo o mundo. Então vamos as coleções apresentadas nesse ano.

Chanel
Começando pela Chanel, grife pioneira nos desfiles Cruises, que apresentou sua coleção em Paris, no Grand Palais, com o cenário inspirado na Grécia Antiga. Karl Lagerfeld foi bem mais audacioso, chegando a ter suas roupas comparadas ao estilo da Versace e até se envolvendo em uma polêmica com Stefano Gabbana, que apontou uma semelhança entre os sapatos desfilados com os da Dolce&Gabbana.

Chanel
Com as modelos parecendo deusas gregas, com direito a sandálias gladiadoras e adornos nos cabelos, a maior parte da coleção utilizava tecidos leves, mas Karl não abriu mão do tweed clássico e característico da marca, conquistando os clientes mais clássicos e os mais jovens.

Prada
A Prada apresentou sua coleção em Milão, na Itália, mais precisamente no Osservatorio da Fondazione Prada, inaugurado no ano passado. Algumas roupas vieram com estampas criadas pelo ilustrador James Jian, que já trabalhou anteriormente com a marca.

Prada
Com uma pegada mais esportiva, a marca criou um misto dessas peças sports mais pesadas com outras mais delicadas como plumas, muito brilho e transparências com drapeados.

Dior
Em outro continente, mais precisamente em um Cânion em Los Angeles, a Dior apresentou sua coleção inspirada na descoberta de pinturas rupestres das cavernas de Lascaux, cheio de tons terrosos e bordados, as peças prometem ser os favoritos das fashionistas nos próximos meses.

Dior
A coleção ainda contou com transparências, franjas, chamois e couro, decorando os vestidos, jaquetas, ponchos e casacos que cruzaram a passarela em coturnos, além dos lindos chapéus que deixaram tudo com um clima country.

Louis Vuitton
Do outro lado do mundo, a Louis Vuitton levou sua coleção para uma reserva natural em Kyoto, no Japão, a passarela foi o Museus Miho, logo não é de se admirar que a inspiração para as roupas tenha sido a cultura japonesa, sendo as estampas desenvolvidas em parceria com a estilista japonesa Kansaï Yamamoto.

Louis Vuitton
As roupas vieram com uma modelagem não tão surreal, mas cheia de surpresas com combinações de estampas, tecidos e cores, jaquetas, casacos e até um pouco da pegada sport, que parece ser uma tendência fixa.

Valentino
Voltando para os Estados Unidos, agora em Nova York, a grife Valentino deu outro tom a sua pegada romântica combinado-a com o sport, como as jaquetas esportivas e conjuntos esportivos combinados com salto.

Valentino
O rosa dominou a passarela, com estampas delicadas que faziam contraste com os looks esportivos, a cor esteve presente em quase todas as peças. Também pudemos ver combinações ousadas como vestidos longos com chinelos, vestidos delicados com tênis e muito salto combinado a meia soquete.

Gucci
E finalizando as coleções, a Gucci levou seus convidados a Florença, para adentrarem o Palazzo Picci, e apesar de toda a experiência que proporcionaram na viagem para seus convidados, o melhor foi o novo estilo que a grife aparenta seguir.

Gucci
A coleção veio acompanhada da logomania, muitas peças oversizeds, alfaiataria, tweed, matelassê e vestidos ao estilo princesa gótica, com uma silhueta imponente. A Gucci parece apresentar o que a nova geração procura, uma nova identidade, carregada de estilo.

As coleções Cruises são bem mais leves e uma área para as marcas ousarem e utilizarem toda a sua criatividade, resta saber qual delas fará mais sucesso entre as fashionistas e como isso influenciará as coleções de verão que veremos em breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário